NUCLEO DE MEMÓRIA CULTURAL SESI-SP

O Núcleo de Memória Cultural SESI-SP reúne fotografias, vídeos, materiais gráficos e outras fontes documentais que possibilitam o resgate histórico e o conhecimento das atividades de produção e difusão cultural da instituição.

Realiza atendimento ao público interno e externo para pesquisa ao acervo, possibilitando o acesso à informação e empréstimo de itens do acervo, quando houver viabilidade.

Além do Acervo localizado no Edifício Sede, o Núcleo de Memória Cultural mantém um Acervo de Figurinos, localizado no CAT Antonio Devisate, no bairro do Belenzinho.

O Acervo de Figurinos do Teatro do SESI-SP é constituído por cerca de 3.500 itens, entre vestuário, calçados, adereços, e outros objetos cenográficos, sendo considerado um dos maiores acervos teatrais do país, composto por figurinos de espetáculos exibidos desde 1964.

Outro diferencial é a exclusividade de cada item do Acervo, assinados por grandes nomes do teatro brasileiro como Clóvis Garcia, Campello Neto, Ded Bourbonnais, Flávio Império, Gabriel Villela, Naum Alves de Souza, José de Anchieta, J. C. Serroni, Marina Reis e Márcio Vinicius.

No livro Figurinos – Memória dos 50 anos do Teatro do SESI-SP, organizado pelo cenógrafo e figurinista J.C. Serroni e publicado pela Sesi-SP Editora, é possível conhecer alguns dos principais figurinos que compõem o Acervo.

No sentido de difundir a memória institucional do SESI-SP e da sua importância no cenário teatral brasileiro, o Núcleo de Memória também realiza exposições temporárias de figurinos do Foyer do Teatro do SESI-SP.

 

 

 

 

 

Voltar